Entre com seu E-Mail:

Cadastre seu E-mail e receba gratuitamente as últimas notícias Contábeis e Jurídicas do ContJus - FeedBurner

sexta-feira, 25 de julho de 2014

PF Agente: Edital para 600 vagas deve sair em agosto

A divulgação do edital do concurso para 600 vagas de agente (nível superior) da Polícia Federal (PF) deverá ficar para o próximo mês. Desde o princípio dos preparativos, a previsão era de divulgação do documento regulador da seleção este mês. Porém, internamente, embora a publicação ainda em julho não esteja descartada, ela é vista como muito difícil. No momento, o departamento ainda trabalha na contratação da organizadora do concurso.
Para ingressar no cargo de agente, é necessário possuir o ensino superior completo em qualquer área e carteira de habilitação, na categoria B ou superior. Os ganhos iniciais da carreira são de R$7.887,33, já com o auxílio-alimentação, de R$373. Já há, no entanto, reajuste previsto para janeiro de 2015, aumentando o valor para R$9.075,20, também com o auxílio. O mês de agosto é considerado o limite para a publicação do edital do concurso (há prazo até 27 de setembro), para que a PF possa concretizar os planos de concluir este ano a primeira etapa do concurso. Dessa forma, o curso de formação, etapa final, poderá ser iniciado no começo do ano que vem, para que as nomeações sejam feitas em julho, como pretende o órgão.
Tudo dependerá, no entanto, do tempo que levará para a contratação da organizadora ser concluída. O processo com esse objetivo está passando pela análise da Assessoria Jurídica do departamento. A expectativa dos especialistas é que mais uma vez o Cespe/UnB seja confirmado à frente da seleção, cuja primeira etapa será composta por provas objetivas e discursivas, avaliações física (testes em barra fixa, de impulsão horizontal, de corrida de 12 minutos e de natação), médica e psicológica, além de investigação social.
O programa do último concurso deverá ser mantido, com as provas versando sobre Língua Portuguesa, Informática, Atualidades, Raciocínio Lógico, Administração, Economia, Contabilidade, direitos Penal, Processual Penal, Administrativo e Constitucional, além de Legislação Especial. A lotação dos concursados será, preferencialmente, em unidades na região da Amazônia Legal e em áreas de fronteira, o que abrange os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, além de Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
FONTE: FOLHA DIRIGIDA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares