Entre com seu E-Mail:

Cadastre seu E-mail e receba gratuitamente as últimas notícias Contábeis e Jurídicas do ContJus - FeedBurner

sábado, 28 de junho de 2014

Notícias Contábeis - Empresas brasileiras têm até 30 de junho para declarar Imposto de Renda



Termina na próxima semana o prazo para declaração de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ). As empresas de Lucro Presumido e Lucro Real devem declarar seus rendimentos até o dia 30 de junho. As informações devem ser encaminhadas à Receita Federal por meio de um programa gerador da Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), disponível no site www.receita.fazenda.gov.br.

As declarações não entregues no prazo, ou com erros e omissões, resultarão em convocações para que o empresário apresente a declaração original. Em caso de não comparecimento para prestar esclarecimentos, a multa aplicada é de 2% sobre o valor do imposto devido ao mês-calendário, limitada a 20% (vinte por cento), observado o disposto no § 3º da Instrução Normativa RFB nº 1.463, de 24 de abril de 2014, e R$ 20,00 para cada grupo de dez informações incorretas ou omitidas. A multa mínima será de R$ 500,00.

O vice-presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), o contador Luiz Fernando Nóbrega, acredita que as empresas que tiveram suas contas organizadas, durante o ano, não terão dificuldade em fazer a declaração. “A orientação principal é não deixar para a última hora. As empresas devem se organizar com antecedência e disponibilizar a documentação aos profissionais de contabilidade para que os mesmos apresentem à Receita antes do fim do prazo”, aconselha.

Para Nóbrega, a tendência é que este ano seja o último para o envio da DIPJ, pois, a partir de 2015, entra em vigor a Escrituração Fiscal Digital (EFD) do IRPJ, que substituirá o antigo modelo de envio.

Sobre o CFC

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) é uma autarquia federal, dotada de personalidade jurídica de direito público, criada pelo Decreto-Lei nº 9.295/46, de 27 de maio de 1946. O principal objetivo do CFC é registrar, normatizar, fiscalizar, promover a educação continuada e editar Normas Brasileiras de Contabilidade de natureza técnica e profissional. O conselho possui um representante em cada Estado, e no Distrito Federal, que atua nos Conselhos Regionais de Contabilidade. Atualmente, existem aproximadamente 490 mil profissionais no País, incluindo contadores e técnicos em contabilidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares